Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Adolescentes desaparecidas de MS podem ser vítimas de rede de exploração sexual


meninas
Esta postagem foi publicada em 3 de dezembro de 2016 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região.

Outras adolescentes de Mato Grosso do Sul podem ser vítimas de uma rede de exploração no interior de São Paulo, investigada depois do desaparecimento de duas jovens em Campo Grande. A polícia apura se assim como as meninas, as vítimas foram atraídas pelos bandidos e depois forçadas a trabalharem em uma casa de prostituição.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, adolescentes desaparecidas na Capital podem estar sendo obrigadas a se prostituir em outro estado. O caso foi descoberto depois que duas meninas, de 16 e 17 anos, foram levadas para uma casa de prostituição em Mogi Guaçu (SP) com a promessa de que iriam para o litoral do Rio de Janeiro.

Elas foram atraídas por uma vendedora de doces, de 22 anos, que também fez a viagem com elas e fugiu ao perceber do que realmente se tratava. Para a polícia, inicialmente, a jovem também é tratada como vítima do esquema.

Na tarde desta sexta-feira (2), ela e as adolescentes prestaram depoimento na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). O delegado responsável pelo inquérito, Paulo Sérgio Lauretto afirmou que detalhes do caso não serão divulgados para não atrapalhar as investigações.  Já na Capital, as meninas passam bem e estão com as famílias.

Desaparecimento

As adolescentes planejaram uma viagem ao Rio de Janeiro sem contarem nada aos pais. Elas saíram de casa no dia 24 de novembro e ficaram 6 dias desaparecidas. A jovem de 22 anos vendia doces na região do Aero Rancho, onde as vítimas são moradoras e teria chamado as meninas para a viagem.

Quando saíram da cidade, elas foram levadas para Mogi Guaçu, interior paulista, onde pararam em uma residência. Na casa, outra mulher identificada como Dáfine teria perguntado para elas “Vocês sabe o que vieram fazer aqui?”.

As adolescentes responderam que iriam para o Rio de Janeiro, momento em que ouviram da autora que estavam no local, onde funciona um prostíbulo, para trabalhar e deviam o valor de R$ 3 mil. Assustadas, elas conseguiram fugir na companhia da jovem, que se escondeu na casa de uma tia. As adolescentes ficaram na rua até serem encontradas por policiais militares.

Elas foram levadas para um abrigo masculino e depois transferidas para outro local pelo Conselho Tutelar. Com uma autorização judicial, as meninas voltaram de ônibus para Campo Grande. (Foto: Arlindo Florentino)

Midiamax


57 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-