Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

As mulheres estão programadas para serem infiéis? confira aqui


mulher-trai-mais-ou-homem
Esta postagem foi publicada em 31 de agosto de 2016 Destaques 4, Notícias Barra Lateral.

De acordo com um estudo, as mulheres são mais propensas à infidelidade por estarem programadas para isso. Aquela história de “não é você, sou eu” nunca foi tão verdadeira.

Sabe quando as pessoas traem e tentam jogar a culpa em terceiros? Agora não há mais porque culpar os outros. Aparentemente, mulheres traem por causa de sua genética.

Ou, pelo menos, é isso que garante um estudo conduzido pelo David Buss, da Universidade de Austin, no Texas. Seus resultados o levam a acreditar que as mulheres são geneticamente predispostas a procurarem um plano B, para o caso de seus relacionamentos atuais falharem.

A hipótese se baseia em nossos antepassados, que naquela época, não conseguiam viver mais que 30 anos e passavam a vida toda procurando parceiros para reprodução. A única meta era o acasalamento e, portanto, se o parceiro morresse antes de se reproduzir, as mulheres precisavam ter em mente um segundo companheiro com quem refazer a vida. Mas hoje, embora os tempos tenham mudado, parece que a genética preservou essa característica nas mulheres.

“As relações monogâmicas não são parte dos padrões humanos. No entanto, a evolução acabou nos fazendo aderir a elas”, disse David Buss, que também realizou um estudo sobre a infidelidade feminina. Aparentemente, existem três motivos para a procura de um novo parceiro. “O primeiro é quando elas não estão felizes com seu relacionamento por vária razões, ou porque o homem já não traz mais recursos para casa. O segundo é conseguir genes melhores. Às vezes, as mulheres seguem a estratégia do acoplamento combinado, na qual buscam um compromisso com um homem mas transam com outro, a fim de obter os melhores genes. O terceiro são os recursos. Se pensarmos no tempo dos nossos antepassados, no qual o ambiente evolutivo foi caracterizado por períodos nos quais a comida era muito escassa e, portanto, conseguir uma porção extra de alimento graças a uma aventura amorosa significava a diferença entre a sobrevivência ou a morte, tanto para elas quanto para seus filhos.”

A lógica seria simplista, ou mesmo reducionista? Muitas vozes se levantam contra essa teoria, argumentando que, talvez, os motivos para infidelidade se devam a mudanças de interesse e não questões genéticas.

Seja como for, esse estudo foi publicado na mesma época do estudo de David Spiegelhalter, da Universidade de Cambridge – que garante que não teremos mais relações sexuais em 2030. Aparentemente, as novas tecnologias serão parcialmente responsáveis pela mudança.

Olga Tamarit | Woman.es


106 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-