Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Brasil faz 7 a 1 no Haiti e se redime na Copa América


brasil-haiti-coutinho
Esta postagem foi publicada em 9 de junho de 2016 Brasil, Futebol, Notícias Barra Lateral, Slide de Notícias.

No estádio Citrus Bowl, em Orlando

Foto: EFE

O Brasil fez o que se esperava nessa quarta-feira e goleou o Haiti por 7 a 1, no estádio Citrus Bowl, em Orlando. O placar, icônico por conta do vexame da Seleção para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014, garantiu a primeira vitória do time canarinho no Grupo B da Copa América Centenário. Na estreia, a equipe não teve uma atuação de destaque e empatou por 0 a 0 com o Equador.

Antes do jogo ter início, a torcida brasileira deu mostra da insatisfação com o time e vaiou o técnico Dunga no anúncio da escalação. Mais uma vez escalada sem nenhum remanescente do 7 a 1 da Copa do Mundo, a Seleção foi muito superior ao adversário e fez três gols no primeiro tempo, com Philippe Coutinho (duas vezes) e Renato Augusto. Gabigol, Lucas Lima, Renato Augusto e Coutinho completaram o placar na etapa complementar. Marcelin descontou para o Haiti.

O Brasil fez o que se esperava nessa quarta-feira e goleou o Haiti por 7 a 1, no estádio Citrus Bowl, em Orlando. O placar, icônico por conta do vexame da Seleção para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014, garantiu a primeira vitória do time canarinho no Grupo B da Copa América Centenário. Na estreia, a equipe não teve uma atuação de destaque e empatou por 0 a 0 com o Equador.

Antes do jogo ter início, a torcida brasileira deu mostra da insatisfação com o time e vaiou o técnico Dunga no anúncio da escalação. Mais uma vez escalada sem nenhum remanescente do 7 a 1 da Copa do Mundo, a Seleção foi muito superior ao adversário e fez três gols no primeiro tempo, com Philippe Coutinho (duas vezes) e Renato Augusto. Gabigol, Lucas Lima, Renato Augusto e Coutinho completaram o placar na etapa complementar. Marcelin descontou para o Haiti.

A facilidade em construir a goleada permitiu que Dunga testasse um esquema de caráter mais ofensivo no segundo tempo, com Lucas Lima no lugar de Casemiro. O volante do Real Madrid recebeu o segundo cartão amarelo no duelo e será desfalque na próxima rodada. Após levar o gol, contudo, o treinador teve mais cautela e trocou Elias por Walace, que possui características mais defensivas.

O Brasil jogará pela classificação no próximo domingo, contra o Peru, às 19h30 (de Brasília), em Foxborough. Apesar da vitória confortável diante do Haiti, o time terá de vencer o rival sul-americano para garantir a vaga nas quartas de final sem depender de outros resultados. O outro jogo do grupo, entre Equador e Haiti, está marcado para as 19h30, em Nova Jersey.

 

 

O Jogo – A Seleção Brasileira teve domínio absoluto da partida e passeou no estádio Citrus Bowl. A primeira chance de gol surgiu aos dois minutos, em falta próxima à área que Willian chutou por cima da meta. Philippe Coutinho e Casemiro, aos seis e sete minutos, também subiram ao ataque e finalizaram com perigo.

 

A superioridade brasileira logo foi convertida em gol. Aos 13, Coutinho avançou pela esquerda e limpou a marcação antes de chutar no canto direito, sem chances de defesas para o goleiro Placide. Para aproveitar o embalo, Gil subiu após uma cobrança de escanteio e cabeceou por cima da meta, aos 20. Três minutos depois, Coutinho achou Renato Augusto dentro da área, mas o meia preferiu o domínio à finalização e desperdiçou grande chance.

 

Aos 28, Daniel Alves partiu em velocidade pela direita e cruzou para Jonas. O atacante trombou com a defesa haitiana e tocou para Coutinho, que estava na frente da meta e só teve o trabalho de empurrar para o gol. Em uma de suas melhores atuações pelo time canarinho, Coutinho voltou a chamar a atenção aos 31 minutos. Ele recebeu passe de Willian e invadiu a área pela esquerda, mas optou por cruzar para Jonas e mandou nas mãos de Placide.

 

O Brasil fechou a etapa inicial com mais um gol. Aos 34, Daniel Alves fez cruzamento preciso da ponta direita para que Renato Augusto cabeceasse para as redes. O Haiti tentou ameaçar aos 41, mas Alisson caiu com segurança e não deu rebote no chute de Jeff Louis.

 

Sem aprovar a atuação de Jonas, Dunga iniciou o segundo tempo com Gabigol comandando o ataque da Seleção. Aos três minutos, o santista surgiu em condições de finalizar no centro da área, mas Willian não viu o companheiro e optou por um chute cruzado que saiu para fora.

 

Não demorou muito para que outra chance aparecesse para Gabigol. Aos 13, Elias tocou para o atacante na ponta esquerda e viu o jovem chutar cruzado, fora do alcance de Placide. O quarto gol levou Dunga a adotar um caráter mais ofensivo, substituindo Casemiro por Lucas Lima. Aos 22, o meia do Santos mostrou ao que veio e completou para o gol um novo cruzamento feito por Daniel Alves.

 

O Brasil, no entanto, pecou ao dar espaços no campo de defesa. Nazon recebeu o passe pela esquerda, dentro da área, e chutou em cima de Alisson. O goleiro deu um rebote para o lado e permitiu que Marcelin descontasse, aos 24 minutos. O gol foi muito comemorado pelos torcedores – inclusive por brasileiros -, mas irritou Dunga. O técnico tirou o volante Elias de campo e promoveu a entrada de Walace, conhecido por se dedicar mais à marcação.

 

Gabigol, apesar de não se entender direito com os armadores, brigou com os haitianos aos 32 minutos e encontrou Willian na direita. O meia do Chelsea chutou forte, mas Placide conseguiu fazer a defesa. Aos 40, Renato Augusto avançou sem ser incomodado e finalizou colocado, no canto direito de Placide, para anotar o sexto. Já nos acréscimos, Coutinho fez um belo gol e selou a goleada brasileira.

 

FICHA TÉCNICA

 

BRASIL 7 X 1 HAITI

 

Local: Estádio Citrus Bowl, em Orlando, na Flórida (Estados Unidos)

 

Data: 8 de junho de 2016, quarta-feira

 

Horário: 20h30(de Brasília)

 

Árbitro: Mark Geiger (Estados Unidos)

 

Assistentes: Joseph Fletcher (Canadá) e Charles Morgante (Estados Unidos)

 

Público: 28.241

 

Cartões amarelos: Casemiro (Brasil);Goreux (Haiti)

 

GOLS:

 

BRASIL: Phillippe Coutinho, aos 13 e aos 28 minutos do primeiro tempo e aos 46 do segundo tempo, Renato Augusto, aos 34 do primeiro tempo e aos 40 do segundo tempo, Gabriel, aos 13 do segundo tempo e Lucas Lima, aos 21 do segundo tempo

 

HAITI: Marcelin, aos 24 minutos do segundo tempo

 

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Gil e Filipe Luís; Casemiro (Lucas Lima), Elias (Walace), Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian; Jonas (Gabriel).

 

Técnico: Dunga

 

HAITI: Placide; Alcénat (Maurice), Goreux, Genevois, Jérôme e Jaggy; Jean Alexandre (Hilaire), Lafrance, Marcelin e Jeff Louis; Belfort (Nazon)

 

Técnico: Patrice Neveu


321 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-