Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Brasil fecha 74 mil vagas de trabalho em outubro, aponta Caged


carteira
Esta postagem foi publicada em 26 de novembro de 2016 Brasil, Notícias Barra Lateral, Política.

Outubro é o 19º mês consecutivo de fechamento de vagas com carteira assinada no país na série sem ajustes; Construção Civil é setor mais afetado

População desocupada cresceu 10,3% em relação ao trimestre de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016

O Brasil perdeu 74 mil vagas de trabalho em outubro deste ano, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho, baseado em dados do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

O número exato de 74.748 é resultado de 1.104.431 admissões realizadas no mês contra 1.179.179 desligamentos. Outubro é o 19º mês consecutivo de fechamento de vagas com carteira assinada na série sem ajustes.

A queda em outubro de 2016, porém, é menor que a observada no mesmo mês do ano passado, quando o país perdeu 169.131 vagas. Já em setembro deste ano, foram fechados 39.282 postos.

No acumulado dos dez primeiros meses do ano, houve o fechamento de 751.816 mil vagas, na série com ajuste. Em 12 meses, a cifra passou a 1,5 milhão de postos, também em dados ajustados.

Setores

Dentre os setores, a construção civil é a principal castigada pela recessão econômica -principalmente pela queda de canteiros de obras para edifícios, estradas e ferrovias e instalações industriais. Ao todo, 33.517 postos de trabalho foram fechados neste setor -seguido por Serviços e Agropecuária, com -30.316 e -12.508.

Sete dos oitos setores analisados trouxeram números negativos. O único a abrir mais vagas do que fechar foi o Comércio, com saldo positivo de 12.496 postos no país.

Regiões

De acordo com o estudo, o Estado com o pior saldo é São Paulo, com -21.995 vagas, seguido por Rio de Janeiro e Goiás, com -20.563 e -10.315, respectivamente. Ao todo, 18 Estados mais o Distrito Federal ficaram negativos no mês.

Alagoas, com 5.832 postos abertos, e Rio Grande do Sul, com 2.386, foram os destaques positivos de outubro.

Com a nova queda nacional, o estoque de empregos formais no Brasil caiu para 39,0 milhões de vínculos trabalhistas. Em outubro do ano passado, por exemplo, o estoque era de 40,5 milhões.

VEJA


78 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-