Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul através do 1° Esquadrão Independente de
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas

Candidata que errou o próprio número culpa partido: ‘Fui lesada’


candidata
Esta postagem foi publicada em 3 de outubro de 2016 Notícias Barra Lateral, Política.

Professora Edilamar Quintão (PTN-RO), 52 anos, descobriu que o número que havia divulgado ao longo de toda a campanha não estava registrado no TRE

A Edilamar Quintão Pimentel (PTN-RO) descobriu apenas no momento do voto que seu número estava errado

A Edilamar Quintão Pimentel (PTN-RO) descobriu apenas no momento do voto que seu número estava errado

Alvo de piadas por onde passa, a candidata a vereadora em Guajará-Mirim (RO) Edilamar Quintão (PTN), que descobriu na urna ter feito campanha com o número errado, está a base de calmantes deste domingo. E conta que recebeu três votos – um deles, o dela, que, ao perceber que seu número constava como inexistente, pediu ajuda. “Assim que percebi o erro, chamei o mesário, que perguntou se eu não tinha digitado o número da candidata errado. Olhei pra ele e disse: ‘Eu sou a candidata’”.

 Ela, então, teve acesso à lista de nomes e números dos candidatos que fica na sessão eleitoral. E foi quando se deu conta da confusão. “Sai correndo, queria ligar pra todo mundo, mas fiquei perdida e pensei que todo o trabalho que tinha feito não tinha mais valor”. Uma prima ainda conseguiu votar nela. Mas a candidata não sabe de quem é o terceiro voto que recebeu.

Edilamar havia escolhido o número 19.159, porém, sem que fosse avisada, houve a alteração para 19.789. Segundo ela, o partido não a avisou sobre a alteração e não a apoiou em nenhum momento durante a campanha. “Estou me sentindo lesada. Não tive assessoramento do partido em nenhum momento, fiz toda a minha campanha sozinha e debaixo de sol. Entendo que o erro foi meu também, mas o partido não me ajudou, sendo que eles tinham acesso ao meu número no TRE”, desabafa.

A professora, que havia se candidatado pela primeira vez, diz que não sabe se vai continuar na política e afirma que está sendo alvo de piadas na cidade. “Às vezes, tenho vontade de sumir. Estou tomando calmante para esquecer essa situação, mas não me sinto bem quando penso em tudo o que aconteceu. Percebo o riso de deboche das pessoas quando saio na rua, até dentro do partido as pessoas me pararam e falaram ‘E aí, vereadora’ rindo”.

Ela afirma que depois da confusão com os números na eleição, chegou a ouvir que ela sempre foi “uma professora muito lenta”. A candidata leciona língua portuguesa no Estado há 27 anos. “Sei que mudei muitas vidas através das minhas aulas, sempre tive muita paciência. Tenho muitos alunos formados que ainda lembram de mim, isso me conforta.”

O partido afirma que a confusão partiu da candidata, que não conferiu seu próprio número. Os eleitores que confirmaram o voto mesmo com o número errado chegaram a avisar Edilamar que sua foto e nome não apareceram na urna. “As pessoas não pensaram em avisar o mesário que alguma coisas estava errada e confirmaram o voto”, conta. Dessa maneira, acabaram por anulá-lo.

Se tivesse sido eleita, a professora afirma que focaria principalmente na saúde de Guajará-Mirim, pediria asfalto para as ruas, ajudaria a população ribeirinha da cidade e os idosos. Apesar do resultado, Edilamar não ficou em último lugar nas eleições municipais de Guajará-Mirim. Os três votos recebidos pela candidata representam 0,01% do total válido, mas outros cinco candidatos não receberam voto algum e figuraram os últimos lugares da lista.

Veja


72 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-