Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Com votos de Marun e Elizeu, CCJ rejeita denúncia contra Michel Temer


temer
Esta postagem foi publicada em 13 de julho de 2017 Brasil, Notícias Barra Lateral, Notícias da Região, Política.

Parlamentares que integram a CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), na Câmara dos Deputados, rejeitaram, nesta quinta-feira (13), por 40 votos a 25 o relatório que sugeriu o deferimento do pedido da PGR (Procuradoria Geral da República) para que o STF (Supremo Tribunal Federal) investigasse o presidente Michel Temer (PMDB) pelo crime de corrupção passiva. Entre os votos pró-Temer, os sul-mato-grossenses Carlos Marun (PMDB) e Elizeu Dionízio (PSDB), protagonizaram a defesa do presidente.

A sessão foi marcada por tumulto e bastante discussões entre os deputados. Quatro parlamentares se manifestaram para orientação dos líderes partidários, dois favoráveis à aceitação da denúncia e dois contrários. Entre eles, o sul-mato-grossense Carlos Marun (PMDB), que protagonizou a defesa do presidente.

 Rejeitado o parecer inicial, do relator Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), o regimento do parlamento manda que um novo relator profira o parecer vencedor. Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) foi designado para a tarefa.

Encerrada essa etapa na CCJ, o parecer aprovado será publicado no Diário da Câmara e, só então, poderá ser analisado em plenário. Uma vez no plenário, a denúncia precisa ter o apoio de pelo menos 342 votos para ter prosseguimento na Justiça ou para ser interrompida.

Ainda durante a fase de debates, deputados da oposição já esperavam a derrota e lamentaram o que consideram como “resultado artificial”, em referência às trocas de membros da CCJ que foram feitas pela base governista. Desde que a semana em que a denúncia chegou à Câmara, 25 dos 66 integrantes da comissão foram substituídos.

Os deputados federais de Mato Grosso do Sul Carlos Marun (PMDB) e Elizeu Dionízio (PSDB), que integram a comissão, não foram encontrados para comentar o resultado.


21 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-