Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Como touro com 16 mil crias ‘cobiçado’ pela indústria leiteira gerou prejuízo de US$ 420 milhões


touro
Esta postagem foi publicada em 2 de novembro de 2016 Destaques 5, Notícias Barra Lateral.

Arlinda Chief foi um touro reprodutor como poucos; seus genes aumentaram a produtividade da produção de leite, mas também disseminaram uma anomalia que causou morte de mais de 525 mil fetos.

Touro, nascido nos Estados Unidos em 1962, acumula a cifra respeitável de 16 mil crias, 500 mil netas e dois milhões de bisnetas (Foto: Ucdavis.edu)

Touro, nascido nos Estados Unidos em 1962, acumula a cifra respeitável de 16 mil crias, 500 mil netas e dois milhões de bisnetas (Foto: Ucdavis.edu)

Pawnee Farm Arlinda Chief foi um touro reprodutor e tanto – para o bem e para o mal. Provavelmente nenhum outro touro deixou uma marca parecida no mundo da indústria leiteira global.

O touro, nascido nos Estados Unidos em 1962, acumula a cifra respeitável de 16 mil crias, 500 mil netas e dois milhões de bisnetas, segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia em Davis, Estados Unidos.

Graças à inseminação artificial, um método que foi adotado em larga escala na indústria do leite a partir da década de 1960, o material genético desse touro transformou a indústria leiteira.

Mas, se por um lado seus genes permitiram aumentar a produção de leite, uma mutação genética sua também foi responsável pela diminuição da fertilidade das vacas após a morte de 525 mil fetos.

Geneticistas identificaram que os abortos espontâneos só ocorriam, porém, quando a vaca também possuía o gene anômalo.

Por isso o estudo que identificou essa mutação genética, publicado em agosto deste ano no Journal of Dairy Science, permitiu que produtores fizessem exames para detectar o gene com antecedência e evitar o prejuízo.

Genética
Arlinda Chief, um touro da raça Holstein, foi identificado como exemplar com condições genéticas especialmente desejáveis.

É por isso que seus donos começaram a comercializar o sêmen congelado do touro, que serviu para inseminar vacas em todas as partes do mundo.

Desde então, a descendência de Arlinda Chief não parou de bater recordes.

Em 1975, a vaca Beecher Arlinda Ellen, uma de suas filhas, produziu 23 galões de leite em um dia, um recorde mundial para a época.

Outro filho de Arlinda Chief, um touro conhecido como Walkaway Chief Mark, é o único responsável por 7% do genoma das vacas Holstein na América do Norte, segundo a Milkgenomics, uma organização internacional de cientistas especializados na genética do leite.

A propagação do material genético de supertouros como Arlinda Chief, escolhidos por seu impacto na produtividade dos rebanhos leiteiros, teve um efeito econômico de impacto na indústria.

A Milkgenomics calcula que a média de produção de leite por lactação nos Estados Unidos aumentou em 380% entre a década de 1940 e 2005, devido – em boa parte – aos métodos de inseminação artificial.

Mutação
Até aí tudo bem. Mas com o tempo, a indústria começou a descobrir que havia um pequeno defeito na herança genética de Arlinda Chief.

Essa mutação fazia com que fetos nos úteros de algumas vacas inseminadas – as que também tinham a anomalia – com o esperma desse touro morressem antes do nascimento.

Por causa de 525 mil abortos espontâneos em todo o mundo, estima-se que o touro tenha gerado um prejuízo de US$ 420 milhões, segundo o estudo publicado na Journal of Dairy Science.

Identificar a anomalia genética é um passo importante para corrigir o problema, segundo Harris Lewin, um dos autores do estudo.

Hoje, criadores de gado podem fazer exames genéticos para evitar que o sêmen comprado para aumentar a produção de leite também transmita a mutação para seu rebanho.

Negócio

Ainda assim, o lucro do material genético de Arlinda Chief é maior que o prejuízo, de acordo com Lewin. A longo prazo, seu impacto rendeu US$ 30 bilhões à indústria.

Há cerca de 9,32 milhões de vacas leiteiras nos Estados Unidos e a produção de leite gerou R$ 827 bilhões em 2015. A receita gerada por todo esse leite chega a R$ 113 bilhões.


88 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-