Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Condenado por roubo cometido em Ribas do Rio Pardo foge da prisão e pede para ser preso novamente


Esta postagem foi publicada em 15 de janeiro de 2017 Notícias Barra Lateral, Notícias em Destaques Slide Topo, Ribas do Rio Pardo, Surreal.

Uma situação inusitada chegou a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) de Campo Grande, na tarde desta sexta-feira (13). Se dizendo cansado de apanhar da Polícia Militar, o foragido da Justiça Alexandre Dias Campos se entregou à Polícia Civil. Com várias lesões pelo corpo e as partes íntimas queimadas, ele precisou receber atendimento médico.

Desde o dia 20 de julho Alexandre era considerado foragido por evadir do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira. Condenado a 9 anos e 4 meses de reclusão por roubo em 2013, o suspeito cumpriu parte da pena do regime fechado, mas logo recebeu o benefício de progressão da pena e foi para o Semiaberto.

Visivelmente debilitado, o suspeito chegou a delegacia na tarde dessa sexta-feira (13) para se entregar. Para a equipe do Jornal Midiamax, o preso alegou que estava cansado de ser agredido pela Polícia Militar e por isso procurou a Polícia Civil.

Nas palavras dele, a série de torturas aconteceu na região da Vila Carlota, onde ele teria sido abordado pelos militares. “Eu não aguentava mais apanhar da polícia”, explicou.

Antes de ser colocado na viatura, o preso mostrou um corte no supercílio que, segundo ele, foi causado por uma paulada e em seguida contou que havia sido queimado nas nádegas. “Colocaram fogo em mim”, lamentou. Os braços do suspeito também tinham ferimentos e ele apresentava dificuldade para andar.

Publicidade

Publicidade

Depois de ser ouvido na delegacia, Alexandre foi levado pelos policiais para receber atendimento médico, para em seguida ser entregue a (Agepen Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário). Na delegacia, o delegado responsável não falou sobre o caso, mas um boletim de ocorrência foi registrado e as informações serão investigadas.

Crime

Alexandre foi condenado por roubo qualificado cometido em Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de Campo Grande, no ano de 2009. Na data ele e outros dois adolescentes abordaram um caminhoneiro e com ameaça de uma arma de fogo, obrigaram a vítima a andar com eles por quatro quadras.

Os suspeitos então roubaram R$ 1.550 e um aparelho celular da vítima, que depois do crime foi avisada para correr sem olhar para trás. O preso foi condenado quatro anos depois por roubo qualificado, em 8 anos e 4 meses e mais um ano de reclusão por corrupção de menores. Anos depois, ganhou a progressão da pena e foi para o regime semiaberto.

Em julho, Alexandre ganhou liberdade para ir até um posto de saúde e não voltou mais. Por conta disso, teve perdeu o beneficio e foi condenado a retornar para o regime fechado, de onde estava foragido até essa sexta-feira.

Midiamax


105 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-