Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul através do 1° Esquadrão Independente de
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas

Conheça o bebê que nasceu duas vezes


saude-bebe-nascida-duas-vezes-20161024-001
Esta postagem foi publicada em 26 de outubro de 2016 Notícias Barra Lateral, Saúde, Surreal.

Ainda no útero materno, LynLee foi operada com apenas 23 semanas, o que lhe salvou a vida. Com 36 semanas, ela ‘nasceu’ novamente

Diagnóstico

Segundo informações da rede americana CNN, Margaret Boemer, mãe de LynLee, descobriu o problema da filha em uma consulta de rotina realizada com 16 semanas de gestação. “Foi muito chocante e assustador, porque não sabia o que a longa palavra [teratoma sacrococcígeo] significava ou qual diagnóstico traria.”, contou em uma entrevista publicada pelo Hospital Infantil do Texas, nos Estados Unidos.

Infelizmente, essa não foi a primeira má notícia da terceira gravidez de Margaret. Originalmente, ela estava grávida de gêmeos, mas perdeu um dos bebês antes do segundo trimestre

O teratoma sacrococcígeo é um tumor que se desenvolve no feto e cresce a partir de cóccix do bebê. Mais comum em meninas do que meninos, esse tumor ocorre em um em cada 35.000 nascimentos. “Esse é o tumor mais comum que vemos em um recém-nascido. Mesmo sendo o mais comum, ainda é muito raro. Alguns desses tumores podem ser muito bem tolerados, de modo que pode ser retirado após o nascimento. Mas em cerca de metade dos casos eles causam problemas de circulação no bebê. Em alguns casos, o coração não consegue se manter e o bebê morre.”,  explicou Darrell Cass, co-diretor do centro fetal do hospital.

Com 23 semanas de gestação, os médicos disseram que o tumor de LynLee estava crescendo muito e precisando de cada vez mais sangue. Nesse período, o bebê também precisa de muito sangue para se desenvolver e tudo se torna uma ‘competição’, que, neste caso, a menina estava perdendo.

As únicas alternativas eram a interrupção da gravidez ou uma cirurgia fetal que tinha grande chance de não ser bem sucedida devido à gravidade do caso.  “LynLee não tinha muita chance. Em 23 semanas, o tumor estava desligando seu coração e fazendo-a entrar em insuficiência cardíaca, por isso foi uma escolha entre de permitir que o tumor tomasse conta de seu corpo ou dar-lhe uma chance de vida. Foi uma decisão fácil para nós: quisemos dar a sua vida. Tipo de um milagre.”, disse Margaret.

Veja


177 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-