Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

‘Enrolação’: cliente chama serralheiro de ladrão e sai com olho roxo de briga


serralheiro_soco
Esta postagem foi publicada em 30 de junho de 2016 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região, Surreal.

Uma cabeleireira de Campo Grande foi agredida a socos nesta quarta-feira (29) em uma serralheria no Bairro Caiobá. Josiane da Costa Sares mandou reformar um portão, mas não esperava ser recebida com um soco no rosto.

“Semana passada meu marido ganhou um portão velho e nós mandamos reformar. Não conhecíamos o serralheiro. Levamos o portão, deixamos 300 reais para iniciar o trabalho. Meu marido concordou que talvez compensava mais comprar um novo. Perguntamos quanto ficava pra trocar o velho pelo novo e ele cobrou mais 800 reais. Fui levar 400 reais e pedi um novo, para depois terminar de pagar quando tivesse pronto. Quando fui entregar o dinheiro, eu brinquei: você não quer enganar a gente né? Ele se irritou e partiu para cima de mim”, diz a cabeleireira.

O serralheiro, segundo Josiane, agrediu ela com um soco no rosto e a empurrei de dentro da casa dele. “Ele começou a me xingar e tocar da casa dele, gritando para eu ir embora. Ele só não me espancou porque um ajudante dele entrou no meio. Ele arrancou meu cabelo, me jogou no chão, até minha moto ficou danificada. O celular que estava na minha mão caiu. Ele também quebrou meu capacete. Se ele estivesse com uma arma ou uma faca, ele até ia me matar”, afirma ela.

Josiane ligou para a polícia e foi orientada a abrir boletim de ocorrência sobre o ocorrido. Ela compareceu a 6º DP (Delegacia de Polícia), do Bairro Tijuca, onde fez exame de corpo de delito. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa.

O serralheiro Michael Ilmo conta outra história. “Ela veio ontem e pediu um portão novo, de um m novo valor. O que ela pediu custa quase 2 mil reais. Eu disse que não tinha como fazer porque não tinha a máquina específica. Ela me chamou de ladrão. Eu disse que ia devolver o dinheiro e que ela saísse da minha casa. Ela avançou em mim e eu joguei ela para fora de casa.

Michael admitiu que levou a mulher para fora da casa dele, mas desconhece essa agressão (soco no rosto). Ele disse que devolveu o dinheiro logo depois do ocorrido. “Eu não sei porque ela está postando coisas contra mim no Facebook. Eu vou a polícia denunciá-la por calúnia e difamação”, cita.

Fique atento

O Código de Defesa do Consumidor garante alguns direitos básicos na hora de comprar ou contratar um serviço, entre eles, o direito à reparação de danos. “Todo consumidor que for prejudicado por informações falsas, pela má qualidade de algum produto ou pela má prestação de algum serviço terá direito de pedir a reparação do dano (seja por meio de conserto, indenização ou outra forma de compensar o “prejuízo”) a quem lhe vendeu o produto ou prestou o serviço”.

Um modo para assegurar e comprovar o serviço também está na assinatura de contrato, que não ocorreu entre a cabeleireira e o serralheiro. A Josiane recebeu o dinheiro de volta, mas por causa da agressão foi a delegacia prestar queixa contra Michael.

Direito de arrependimento também é assegurado pelo CDC, no qual “todo consumidor tem o direito de desistir da compra ou da contratação do serviço no prazo de 7 dias contados da assinatura do contrato ou do recebimento do produto ou serviço, e receber a devolução dos valores que pagou”.

Midiamax


76 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-