Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Grêmio perde mando de campo e não decidirá Copa do Brasil contra Atlético na Arena


20161116180155753040e
Esta postagem foi publicada em 16 de novembro de 2016 Futebol, Notícias Barra Lateral, Slide Esportes.

Punição foi causada pela ‘invasão de campo’ de Carol Portaluppi

Reprodução Instagram

Punição foi causada pela ‘invasão de campo’ de Carol Portaluppi ao fim do jogo com o Cruzeiro

O Grêmio teve um enorme prejuízo pela entrada de Carol Portaluppi, filha do técnico Renato Gaúcho, no campo da Arena, logo depois da classificação sobre o Cruzeiro na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o clube gaúcho foi julgado pela Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e os auditores entenderam o ato como “invasão”, o que resultou em perda do mando de campo da segunda partida da decisão do torneio, contra o Atlético, em 30 de novembro, marcada inicialmente para o estádio tricolor.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, já adiantou que o departamento jurídico do clube entrará com pedido de efeito suspensivo até que o recurso seja julgado pelo Tribunal Pleno.

”Vamos recorrer, ainda não conheço as circunstâncias do julgamento. Mas o Grêmio irá recorrer desta decisão”, declarou ao jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

Para a Procuradoria do STJD, a entrada de Carol Portaluppi foi uma infração grave e a punição deve servir de exemplo. O Grêmio foi enquadrado no artigo 213, inciso II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por “deixar de prevenir e reprimir invasão de campo ou local da disputa do evento”.

Lucas Uebel/Grêmio

A entrada de Carol Portaluppi no gramado ocorreu logo depois do apito final. Ela já se encontrava no banco de reservas, o que também é proibido. O árbitro Thiago Duarte Peixoto relatou o ato na súmula da partida contra o Cruzeiro. “Informo que ao final da partida, constatei a presença da Sra Carol Portaluppi dentro do campo de jogo. Cabe salientar que, após o término do jogo, fui informado pelo inspetor da partida, Sr Nilson de Souza Monção e pelo quarto árbitro, Sr Francisco Silva Neto que a referida adentrou as imediações do campo de jogo a poucos segundos do término da partida, chamada pelo seu pai, Sr Renato Portaluppi, técnico da equipe do Grêmio, sentando no banco de reservas. Não havendo tempo hábil para retirá-la pois a partida se encerrou, a mesma adentrou o campo de jogo”.


83 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-