Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

Jovem vai para garimpo ilegal em busca de ouro e desaparece em MT


Esta postagem foi publicada em 14 de janeiro de 2017 Brasil, Notícias Barra Lateral.

Paula Andressa, de 29 anos, está desaparecida há pelo menos 10 dias.
Ela saiu do Pará para tentar a sorte em um garimpo de Pontes e Lacerda.

Paula Andressa Gregório se mudou para Pontes e Lacerda em busca de ouro (Foto: Reprodução/ Facebook)

Paula Andressa Gregório se mudou para Pontes e Lacerda (MT) em busca de ouro (Foto: Reprodução/ Facebook)

A jovem Paula Andressa, de 29 anos, que se mudou para um garimpo no município de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, em busca de ouro está desaparecida há pelo menos 10 dias, segundo familiares dela. O último contato com a jovem foi feito por telefone na terça-feira (3). Paula saiu de São José das Palmeiras (PR)  e morou no Pará antes de tentar a sorte na área de garimpo que ficou conhecida como ‘Nova Serra Pelada’.

Segundo a prima de Paula, Rafaelyn Gregório Brum, um boletim de ocorrência relatando o sumiço foi registrado na Polícia Civil de Pontes e Lacerda, que investiga o caso. A tia da jovem desaparecida viajou até o município à procura de notícias da sobrinha.

“Tudo na casa dela estava intacto, as bolsas, os móveis, R$ 200 que ela tinha pegado emprestado com um amigo. Até os remédios que ela toma e que são controlados estavam na casa”, contou Rafaelyn, explicando que a prima havia sido diagnosticada com depressão de terceiro grau e estava em tratamento.

Paula morava em uma casa alugada e havia afirmado à família que pretendia ir embora assim que o aluguel vencesse, no dia 10 de janeiro. “Ela [Paula] pretendia voltar para o Paraná, porque precisava fazer tratamento”, disse Rafaelyn.

O último contato da jovem foi feito com a mãe por telefone. “A ideia dela [Paula] era continuar o tratamento perto da família, por orientação da médica dela”, afirmou a prima.

Antes de se mudar para a área de garimpo, Paula morou em Novo Progresso (PA) e montou uma funerária. Para ir em busca de ouro, no entanto, ela vendeu o estabelecimento e se mudou para Pontes e Lacerda.


49 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-