Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Luana Don, repórter acusada de ligação com facção, é presa em SP


brasil-luana-don-20170704-004
Esta postagem foi publicada em 6 de julho de 2017 Brasil, Notícias Barra Lateral.

Ex-repórter do Superpop, da RedeTV! era uma das pessoas mais procuradas pela Justiça de São Paulo; vídeo mostra o momento da prisão, em Ilhabela

A advogada e jornalista Luana de Almeida Domingos, de 32 anos, conhecida como Luana Don, foi presa por policiais da  Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), do Rio, na manhã desta terça-feira, em Ilhabela, no litoral de São Paulo. A prisão teve o apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Luana é investigada pelas polícias de São Paulo e do Rio sob suspeita de envolvimento com a organização criminosa PCC, que atua dentro e fora dos presídios. Conforme a Polícia Civil de São Paulo, a mulher é parte da célula “sintonia dos gravatas”, espécie de departamento jurídico da facção.

Segundo a polícia, Luana atuava como “pombo-correio”, transmitindo informações entre líderes presos e os demais integrantes da facção.

O delegado André Leiras, da Desarme, que participou da prisão de Luana, disse que ela vinha sendo procurada no Rio porque o namorado dela é morador da região de São Conrado, e também porque a própria acusada já havia morado na cidade. As investigações, no entanto, levaram os policiais a uma casa em Ilhabela, na rua Manoel Guerra do Amaral, que ela usava de esconderijo.

Veja no vídeo abaixo o momento da prisão de Luana:

A suspeita foi identificada na Operação Ethos, conduzida em 2016 pela Polícia Civil de Presidente Venceslau e pelo Ministério Público para prender advogados envolvidos com a facção criminosa.

A Justiça expediu um mandado de prisão preventiva contra Luana sob suspeita dos crimes de corrupção ativa e integrar organização criminosa. A remuneração por informações que levassem à captura dela era de 50 mil reais.

Luana aparecia na lista das pessoas mais procuradas pela Justiça de  São Paulo.  Ela foi repórter do programa Superpop, da emissora RedeTV!, de 2012 a 2015.

ficha de procurado pela justiça

Luana era uma das pessoas mais procuradas pela Justiça de São Paulo (Polícia Civil do Estado de São Paulo/Reprodução)

A jornalista Luana de Almeida Domingos, conhecida como Luana Don, que trabalhou na Rede TV!


7 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-