Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul através do 1° Esquadrão Independente de
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas

Mato Grosso do Sul vai reduzir ICMS de gado para abate


image
Esta postagem foi publicada em 22 de junho de 2017 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região, Notícias em Destaque.

A medida deve estimular a compra de bois para abate em terras sul-mato-grossenses por frigoríficos de outros Estados

A partir de 1.º de julho, Mato Grosso do Sul reduzirá de 12% para 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre bovinos comprados no Estado, por um prazo de 90 dias. A medida deve estimular a compra de bois para abate em terras sul-mato-grossenses por frigoríficos de outros Estados.

Há duas semanas, a Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), havia enviado requerimento ao governo do Estado, com o pedido, informou o presidente da entidade, Jonatan Pereira Barbosa, ao Estadão/Broadcast. Ontem, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) determinou a redução da alíquota.

Segundo Barbosa, Mato Grosso do Sul está com excesso de estoque de bois e vacas gordas para abate e com poucas opções de venda dentro do Estado, visto que a JBS – a principal empresa frigorífica do Estado – só tem adquirido animais a prazo, com pagamento em 30 dias, o que inibe os pecuaristas a ofertarem para a companhia. “Nós, da Acrissul, orientamos os criadores a só venderem à vista”, disse. Frigoríficos concorrentes e os de médio e pequeno portes não conseguem absorver a totalidade do estoque.

Barbosa acredita que, com a redução da alíquota do ICMS, frigoríficos de outros Estados, principalmente de São Paulo, passarão a adquirir bois em Mato Grosso do Sul. Ele reconhece que o governo perderá momentaneamente parte da arrecadação, porém, ganhará “em velocidade de venda e na quantidade de animais vendidos”.

Conforme o consultor da Carta Pecuária e pecuarista Rogério Goulart, de Mato Grosso do Sul, o início da estação seca tradicionalmente aumenta a oferta de bovinos para abate no país. Há oferta maior de fêmeas de descarte, daquelas que não emprenharam na estação de monta e de bovinos criados a pasto, por causa da perda de capacidade de suporte das pastagens com a chegada do frio.

Ele adverte que há risco de a arroba ceder mais ainda em São Paulo, por causa do potencial aumento de oferta de Mato Grosso do Sul. A pressão sobre a cotação do boi gordo em São Paulo, referência para o país, vem se acentuando nos últimos meses, desde a operação Carne Fraca, deflagrada pela PF em 17 de março, em seguida pela volta da cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) e, há pouco mais de um mês, pela decisão da JBS de só comprar lotes a prazo. Segundo a Scot Consultoria, a arroba do boi gordo já havia se desvalorizado 2,7% desde o início de junho. Ontem, a arroba passou de R$ 128,50 para R$ 128,00 à vista em Araçatuba e Barretos.


82 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-