Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Cavalaria da PMMS garante segurança na Cavalgada em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Ribas do Rio Pardo

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul através do 1° Esquadrão Independente de
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas

Mulher de piloto pede desculpas e diz que ‘ele não é bandido’


miguelquiroga1
Esta postagem foi publicada em 3 de dezembro de 2016 Destaques 3, Notícias Barra Lateral.

Piloto Miguel Quiroga – Foto: Reprodução

Familiares de Miguel Quiroga, 36, piloto envolvido na queda do avião da Chapecoense que deixou 71 mortos na Colômbia, pediram desculpas aos brasileiros, mas afirmaram que ele não pode ser criminalizado pela tragédia.

“Meu esposo não é um bandido. Ele queria voltar para casa como todos”, disse a mulher dele, a boliviana Daniela Pinto Quiroga, 37.

“Quero abraçar todas as pessoas que estão sofrendo. Eu entendo o momento de dor assim como o que sinto.”

As declarações de Daniela ocorreram depois da chegada do corpo de Quiroga em Cobija, cidade boliviana na fronteira com o Acre, na tarde desta sexta-feira (2).

O pai do piloto, o empresário Alberto Pinto, 61, definiu a tragédia como uma fatalidade e disse que o filho era bem qualificado, com formação em Oxford, na Inglaterra.

“Estão querendo criminalizar meu filho. Foi uma fatalidade o que aconteceu”.

Tanto a mulher como o pai do piloto, acompanhados das irmãs dele, pediram desculpas pelo acidente.

O avião da Força Aérea boliviana com o corpo do piloto chegou por volta das 15h20 na cidade (18h20 no horário de Brasília). Na chegada do caixão, Daniela desmaiou e precisou de assistência, assim como a mãe de Quiroga.

Do aeroporto, seguiu em caminhão do Corpo de Bombeiros da Bolívia, em cortejo militar, já que Quiroga era da Força Aérea boliviana, até a casa dos pais do piloto. Ele deve ser enterrado neste sábado (3) às 9h locais (12h no horário de Brasília) em Cobija, sua cidade-natal, de 55,7 mil habitantes.

Ele vivia com a mulher Daniela e os três filhos –um deles nascido este ano– em Epitaciolândia, cidade acriana que faz fronteira com Cobija.

Enquanto aguardava a chegada do corpo, a mulher do piloto estava reclusa em Epitaciolândia. Também em Cobija, ela evitou as perguntas de repórteres na chegada do caixão. Depois, familiares deram declaração à imprensa.

COMENTÁRIOS

Também na tarde desta sexta, caixões com alguns dos jogadores e jornalistas mortos na tragédia deverão embarcar em três aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) em Rio Negro, cidade próxima a Medellín, na Colômbia.

Familiares do piloto, que vivem em outros Estados, lamentaram os comentários contra Quiroga. “Tenho visto muitos comentários, isso magoa”, diz sua prima, Kris Quiroga, 30, que mora no Rio.

Segundo Osvaldo Quiroga, 30, que vive em Nova York e é primo do piloto, o casal decidiu viver no lado brasileiro da fronteira exatamente para que os seus filhos nascessem em solo brasileiro.

“Sempre viveu conosco, era um rapaz brilhante, mais um filho, um amigo”, afirmou o ex-senador boliviano Roger Pinto Molina à agência Efe.

Correio do Estado


154 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-