Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Mulher é presa em Água Clara com droga avaliada em meio milhão de reais


trafico
Esta postagem foi publicada em 29 de junho de 2017 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região.

A PRF abordou nesta segunda-feira (26), por volta das 11:40h, na altura do Km 105 da BR 262, em Água Clara, o veículo Fiat/Siena Attractive, placas de Campo Grande, conduzido por J. A. C., cabeleireira, de 31 anos.

Durante a abordagem, a condutora apresentou sinais evidentes de nervosismo e contradições quando questionada acerca da origem, destino e razão da viagem. Diante da suspeita de que ela estivesse transportando alguma carga ilícita, a equipe procedeu à busca no interior do veículo, momento em que constatou a presença de 435 volumes de substância com característica de maconha, que totalizaram 500 Kg.

O entorpecente estava acondicionado atrás dos bancos do motorista e do passageiro, bem como em todo o porta-malas. Após procedimento de identificação veicular, constatou-se que o veículo em questão possuía originalmente as placas KQB-7548, para a qual consta ocorrência de roubo. As referidas placas originais correspondem àquela indicada no CRLV apresentado pela própria condutora no momento da abordagem.

Questionada acerca do fato, a motorista informou que pegou o veículo em um posto de combustível na cidade de Campo Grande, de pessoa desconhecida, e que receberia a importância de R$ 6.000,00 (seis mil reais) para transportá-lo até Três Lagoas, onde deixaria o veículo no primeiro posto de gasolina avistado.

Em razão do exposto, foi dada voz de prisão à condutora por tráfico de drogas, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Por fim, a autora foi encaminhada e apresentada na Delegacia da Polícia Civil em Água Clara, mediante uso de algemas, juntamente com o entorpecente, o veículo e os seus pertences.

O crime de tráfico de drogas prevê pena de reclusão de 5 a 15 anos, além de ser inafiançável e equiparado a hediondo. A droga tem o valor estimado em R$500.000,00 (meio milhão de reais) para venda no atacado para traficantes locais.

Agua clara news


17 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-