Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Noticias do Ms: Padrasto dava refrigerante com pinga à enteada de 10 anos para estuprá-la


padrasto (Copy)
Esta postagem foi publicada em 3 de junho de 2016 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região, Surreal.

Padrasto dava refrigerante com pinga à enteada de 10 anos para estuprá-la

O suspeito não quis falar com a polícia (Foto: Luiz Alberto)

Um homem de 38 anos foi preso na manhã desta sexta-feira (3) no Indubrasil seis anos depois de ser denunciado pela enteada por estupro de vulnerável. Em 2010 a jovem procurou a (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) para contar que foi embebedada e estuprada pelo padrasto por cinco anos.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, em abril de 2010 a jovem, que na época tinha 15 anos, foi até a delegacia para relatar que desde os 10 anos sofria os abusos constantemente. Em depoimento ela lembrou que o padrasto esperava a mãe sair e então tava refrigerante com pinga para ela tomar.

Depois de embebedá-la, o homem abusava sexualmente da menina. Os laudos feitos na data constataram a conjunção carnal. De acordo com o delegado, a vítima só denunciou o caso depois que a mãe, que foi casada por 15 anos com o acusado, se separou, por isso não houve prisão em flagrante, ou pedido de prisão preventiva, já que a vítima não estava mais em situação de risco.

“Durante os cinco anos que foi abusada a menina era ameaçada pelo padrasto e por medo não procurou a polícia. Em janeiro de 2010 a mãe se separou do homem e em abril ela resolveu denunciá-lo”, explicou o Lauretto.

O caso só voltou a ser investigado neste ano, quando uma equipe de investigadores responsáveis por monitorar casos antigos registrado na delegacia descobriu um mandado de prisão decretado pela justiça em nome do autor. Nesta manhã, o homem, que trabalha com serviços em gerais, foi preso no Indubrasil.

O mandado de prisão foi expedido em novembro do ano passado depois que o homem foi julgado e condenado a 12 anos e 3 meses de prisão por estupro de vulnerável. “Ele esperou o processo em liberdade. A prisão só saiu depois do trânsito em julgado, quando acabaram todas as possibilidades de recursos”, afirmou o delegado.

Ainda conforme Lauretto, hoje 600 casos de estupro estão em tramitação na delegacia, muitos na mesma situação que o da prisão desta sexta-feira, registrados anos atrás e com o suspeito ainda em liberdade. “Estamos acompanhando todos esses casos”, alegou Lauretto.


84 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-