Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

Pedalar muito pode aumentar chance de ter câncer de próstata


ciclismo
Esta postagem foi publicada em 25 de novembro de 2016 Notícias Barra Lateral, Saúde, Surreal.

A incidência de câncer de próstata é maior entre homens que passam muito tempo pedalando, afirmam cientistas ingleses

São Paulo – Um novo estudo descobriu uma ligação direta entre o uso prolongado de bicicletas e a chance de desenvolver câncer de próstata entre homens com mais de 50 anos. Um artigo sobre o tema foi divulgado na publicação de ciência Journal of Men’s Health.

Liderado por pesquisadores da universidade College London, o estudo é fruto de um levantamento realizado entre 2012 e 2013 que envolveu dados de 5.282 ciclistas. Eles foram avaliados pelos cientistas em relação às chances de desenvolverem problemas como impotência sexual, infertilidade e câncer de próstata.

Os dados obtidos na pesquisa indicaram que ciclistas com mais de 50 anos que pedalavam menos de 3 horas e meia por semana tinham 0,6% de chances de desenvolverem câncer de próstata. Já entre aqueles que pedalavam mais de 8 horas e meia por semana, o índice alcançava 3,5%.

“A ligação direta entre câncer de próstata e tempo passado na bicicleta oferece uma nova perspectiva no estudo das causas da doença e exige maiores investigações”, afirmam os pesquisadores no estudo.

Cautela

No artigo, os cientistas destacam que não foram constatadas ligações diretas entre o uso prolongado de bicicletas e a ocorrência de problemas de infertilidade ou impotência sexual.

Mesmo a ligação entre o ciclismo e o câncer de próstata, apontada pelo estudo, é vista com muita cautela pela comunidade científica.

“Essa descoberta não prova relação de causa e efeito. E eu simplesmente não estou convencido de que o ciclismo de fato cause maior incidência de câncer de próstata”, afirmou em texto publicado no portal Live Science David Samadi, urologista do Hospital Lenox Hill de Nova York.

Segundo ele, passar muito tempo sobre a bicicleta pressiona certas áreas da próstata. Isso causaria o aumento dos níveis da enzima PSA na corrente sanguínea.

A alta concentração dessa enzima no sangue é um dos indicadores usados por médicos para identificação do câncer de próstata. Então, a maior presença de PSA no sangue de ciclistas que pedalam mais pode estar facilitando o diagnóstico da doença entre eles.

“O que já sabemos, com certeza, é que exercícios e controle de peso reduzem o risco de câncer de próstata, além de várias outras doenças”, afirma Samadi em seu texto.

Logo, até segunda ordem, os ciclistas não precisam ficar preocupados com os resultados da pesquisa. Mas que o assunto merece ser estudado, merece.


143 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-