Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

PF prende engenheiro da Agesul que seria sócio de Giroto em desvios


pf
Esta postagem foi publicada em 21 de junho de 2016 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região.

Engenheiro está na lista de denunciados por lavagem de dinheiro pelo MPF e seria sócio de Edson Giroto em negócios suspeitos

Polícia Federal deflagrou segunda fase da Lama Asfáltica, em 10 de maio. (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia Federal prendeu, na noite de segunda-feira (20), o engenheiro e servidor da Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos) João Afif Jorge, em desdobramento da Fazenda de Lamas, segunda fase da Operação Lama Asfáltica. Ele é uma das 13 pessoas denunciadas pelo MPF-MS (Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) por lavagem de recursos superiores a R$ 45 milhões e a nona a ser presa por conta da investigação.

A prisão de Afif, que é preventiva, aquela que não tem prazo determinado, foi expedida pela 3ª Vara Federal. O servidor permanece na Superintendência da Polícia Federal, mas será encaminhado para o sistema penitenciário, a exemplo dos demais presos em consequência da Operação.

No começo do ano, o MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) já havia pedido a prisão do engenheiro, por meio da força-tarefa criada pela instituição. Conforme a investigação do Ministério Público Estadual, Afif era sócio do ex-secretário de Obras, Edson Giroto e a médica Mariane Mariano de Oliveira (filha do servidor Wilson Roberto Mariano de Oliveira) em três fazendas.

Conforme os registros, os imóveis rurais foram adquiridos por R$ 7,4 milhões. Segundo a apuração, tais aquisições são incompatíveis com os subsídios dos referidos servidores públicos.

A fazenda Vista Alegre, no município de Rio Negro, foi adquirida em 2008 pela quantia de R$ 1.730.000,00. Localizada em Corumbá, a fazenda Maravilha foi comprada em 2013 por R$ 5,1 milhões. A fazenda Rio Negro, no município de Rio Verde de Mato Grosso, custou R$ 605.632,08 e foi comprada em 2013.

Na ocasião, o MPE disse que aquisição conjunta das propriedades mostra a proximidade dos envolvidos. Nesta quinta, a reportagem tentou contato com o advogado de Afif, Jail Azambuja, que até o momento não se posicionou em relação à prisão.

Denúncia do MPF– Giroto, João Amorim, sua esposa, Raquel Giroto, o empresário João Amorim, e outras nove pessoas, também foram denunciados pelo MPF e estão presos desde 10 de maio, quando a segunda fase foi deflagrada.

De acordo com o Ministério Público, apurações apontam para lavagem de recursos superiores a R$ 45 milhões, por meio de fazendas em nome de laranjas – o montante era recurso público destinado a obras públicas estaduais. A situação desencadeou a segunda fase da Lama, batizada de Fazendas de Lama, que ocorreu em 10 de maio. Giroto, Amorim e Roberto permanecem presos desde então.

A investigação revelou que uma organização atuou de 2007 até 2014, principalmente na secretaria de Estado de Obras e na Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimento), voltados ao desvio de recursos públicos do Estado, do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e da União.

Foram denunciados pelo MPF, além de Giroto, Wilson e Amorim, o MPF em MS denunciou ainda Flávio Henrique Garcia Scrocchio, Rachel Rosana de Jesus Portela Giroto, João Afif Jorge, Mariane Mariano de Oliveira Dornellas, Maria Helena Miranda de Oliveira, João Pedro Figueiró Dornellas, Ana Paula Amorim Dolzan, Ana Lúcia Amorim, Renata Amorim Agnoletto e Elza Cristina Araújo dos Santos.

Campo Grande News


55 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-