Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

Plenário do STF decidirá sobre suspensão de inquérito de Temer na quarta-feira


ministro1
Esta postagem foi publicada em 21 de maio de 2017 Brasil, Notícias Barra Lateral, Notícias em Destaques Slide Topo, Política.

Ministro Edson Fachin determinou que diálogos entre Temer e Joesley Batista sejam analisados pela PF

Depois do pronunciamento do presidente Michel Temer desqualificando as gravações dos diálogos entre ele e o empresário Joesley Batista, do Grupo JBS e de peritos independentes apontarem que os áudios usados para a abertura de inquérito contra Temer podem ter sido editados, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ontem que a Polícia Federal faça uma perícia no áudio da conversa entre Temer e Batista. Fachin decidiu ainda que o pedido de suspensão do inquérito feito pelo presidente serão levado ao plenário do Supremo para análise. A solicitação de perícia nos áudios teria sido feita também pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, logo depois do pronunciamento oficial de Temer questionando a idoneidade do material.

 Ao decidir levar a análise do pedido de suspensão da investigação por suspeita de corrupção passiva, obstrução à Justiça e organização criminosa, o ministro Fachin seguiu o aconselhamento que vinha ouvindo de outros ministros do STF. Fachin solicitou que a presidente do STF, Cármen Lúcia, colocasse em análise a petição na próxima quarta-feira. Ela acatou a solicitação e ontem mesmo inclui o pedido do presidente Temer na pauta da sessão de quarta-feira

Em nota divulgada no início da tarde de ontem, o Ministério Público Federal informou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou manifestação ao STF para defender a continuidade do inquérito para investigar o presidente Temer.

A tese de manipulação dos áudios vinha sendo desenvolvida pela defesa do presidente Michel Temer e ganhou força ontem, depois que dois peritos independentes contratados por jornais paulistas encontrara sinais de edição nos áudios da conversa entre Temer e Batista, no dia 7 de março. Um dos peritos diz que não é possível afirmar se o que provocou as interrupções ou edições foi defeito no gravador ou outro motivo. Os peritos ressalvam, no entanto, que não há sinais de mudança na parte fundamental da gravação: quando Joesley diz que zerou suas pendências com Eduardo Cunha e ficou de bem com o ex-deputado preso em Curitiba, ouvindo em outro trecho, a seguir, o presidente incentivar, dizendo “isso tem que continuar, viu”.

Para o perito ouvido pelo jornal Estado de S. Paulo, o mesmo ocorre na parte em que o presidente Temer ouve de Joesley que está manipulando a Justiça. Já o perito ouvido pela Folha de S. Paulo diz que o áudio entregue por Joesley ao Ministério Público tem cortes. Teria, segundo ele mais de “50 edições”. O laudo foi feito por Ricardo Caires dos Santos, perito judicial pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Ao jornal, ele disse que o áudio tem “indícios claros de manipulação, mas “não dá para falar com que propósito”.

Crime de responsabilidade

O conselheiro Flávio Pansieri, da Ordem dos Advogados do Brasil, no Paraná, leu na tarde de ontem relatório que aponta, em sua avaliação, crime de responsabilidade do presidente Michel Temer. Pansieri é o relator da comissão formada pela entidade máxima da Advocacia para decidir se a Ordem pedirá o afastamento do presidente. Segundo o conselheiro, é possível afirmar que as condutas atribuídas ao presidente atentam contra o artigo 85 da Constituição e podem dar ensejo para pedido de abertura de processo de impeachment.

O artigo 85 define como crimes de responsabilidade atos do presidente que atentem contra a Constituição e, especialmente, contra a existência da União; o livre exercício do Legislativo, do Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais; o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais; a segurança interna do País; a probidade na administração; e o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

Depois que Pansieri leu sua manifestação, começou a falar na sessão extraordinária da OAB – convocada exclusivamente para analisar o caso Temer – o advogado Gustavo Guedes, em nome do presidente. Ele pediu mais tempo para apresentar a defesa perante o Conselho Federal da OAB. Também falou em defesa de Temer o deputado Carlos Marun. O parlamentar afirmou que é preciso mais tempo para ter um laudo sobre os áudios.

O Pleno da entidade máxima da advocacia reuniu ontem seus 81 conselheiros pelo presidente do Conselho Federal da OAB, Claudio Lamachia, em convocação extraordinária para decidir se apoia ou não o afastamento de Temer. Das 27 seccionais da OAB, 16 já se manifestaram pelo impeachment.

em.com.br


92 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-