Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

Polônia expressa preocupação por manobras militares de Rússia e Bielorrússia


manobras
Esta postagem foi publicada em 14 de setembro de 2017 Mundo, Noticia Extra 4, Notícias Barra Lateral.

Da Agência EFE

O governo de Varsóvia denunciou nesta quinta-feira (14) “indícios” de que as manobras conjuntas iniciadas pelos exércitos de Rússia e Bielorrússia perto da fronteira com a Polônia e com os países bálticos têm “caráter ofensivo”, ao contrário do declarado por Moscou. A informação é da EFE.

O vice-ministro de Defesa da Polônia, Michal Dworczyk, expressou em uma declaração no Parlamento sua “preocupação” perante estes exercícios militares denominados “Zapad 2017”, que tanto a Polônia como a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) “acompanham de perto”.

“Tratam-se algumas manobras que não são transparentes, tanto pela falta de informação sobre o número de soldados envolvidos quanto pelas incertezas em torno do cenário escolhido”, acrescentou o titular da Defesa, referindo-se às dúvidas expressadas pela Otan quanto à veracidade dos dados apresentados por Moscou.

A Rússia afirma que estas manobras mobilizaram cerca de 12.700 soldados (de modo que deveria apenas informar à Otan e convidar observadores), quando a aliança estima que o número de militares envolvidos é de aproximadamente 100 mil.

As “Zapad”, manobras militares que a Rússia e a Bielorrússia realizam a cada quatro anos para melhorar sua coordenação, acontecem perto das fronteiras da Polônia, Estônia, Letônia e Lituânia. O alerta perante estes exercícios também afetou os países bálticos, que criticaram a falta de transparência da Rússia e se consideraram preparados para se defender.

A presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite, afirmou em uma entrevista à rádio LRT que seu país “está melhor preparado” agora do que em ocasiões anteriores, em parte pela ajuda dos “amigos da Otan”. Ela também denunciou que, apesar da fase “ativa” das manobras ter começado hoje, os “movimentos de tropas e os preparativos” estão acontecendo “há cerca de um mês”.

Por sua vez, o ministro de Relações Exteriores da Letônia, Edgars Rinkevics, afirmou à televisão pública que seu país “não considera os exercícios como uma ameaça militar direta”, mas reconheceu que o governo está em “estado de alerta”.

“Não podemos descartar as tentativas de testar as defesas da Otan ou de nos testar de uma forma não militar, como em ciberdefesa”, acrescentou.


13 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-