Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Professores da rede estadual de Mato Grosso do Sul entram em greve


escola-fechada
Esta postagem foi publicada em 25 de julho de 2017 Notícias Barra Lateral, Notícias da Região.

Principal reivindicação é cumprimento de lei estadual que assegura um reajuste para a categoria de 7,64% esse ano. Governo apresentou proposta nesta segunda aos servidores.

Professores efetivos, contratados e técnico-administrativos da rede estadual de educação de Mato Grosso do Sul entraram em greve nesta terça-feira (25), dia previsto para o reinício das aulas dos 257 mil alunos após o período de férias. O indicativo da paralisação foi definido no dia 30 de junho. A Secretaria de Estado de Educação (SED) e a Federação dos Trabalhadores em Educação (Fetems) fazem o levantamento de quantas escolas não abriram.

A principal reivindicação da categoria, conforme o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, é que o governo do estado cumpra a Lei Federal 11.738/2008 que estabelece o reajuste do piso salarial dos professores e a lei complementar estadual nº 200/2015, que integraliza o piso por 20 horas até 2021. Isso implicaria, conforme ele, em um reajuste salarial em janeiro deste ano de 7,64%, o que não foi cumprido pelo executivo estadual.

Outro pedido da federação é a incorporação do abono salarial de R$ 200 ao salário dos administrativos da educação.

Segundo a Fetems, o governo do estado encaminhou nesta segunda-feira (24), uma proposta a categoria, que será analisada em assembleias em um cada um dos municípios. Representantes levarão então essas posições para a assembleia geral que será realizada nesta quarta-feira (26), às 14h, na sede da entidade em Campo Grande, quando será definido se os servidores vão aceitar ou rejeitar a oferta do governo.

Na porta da escola, pais encontraram aviso de que não haverá aula em razão da paralisação dos professores (Foto: Rodrigo Grando/TV Morena)Na porta da escola, pais encontraram aviso de que não haverá aula em razão da paralisação dos professores (Foto: Rodrigo Grando/TV Morena)

Na porta da escola, pais encontraram aviso de que não haverá aula em razão da paralisação dos professores (Foto: Rodrigo Grando/TV Morena)

A greve, conforme o presidente da Fetems, deve se estender pelo menos até essa definição. “Se aceitar, suspendemos, caso contrário, vamos manter”, afirmou Teixeira.

O principal ponto apresentado pelo governo foi a concessão do reajuste ainda este ano, conforme o presidente da Fetems. “A proposta prevê aplicar esse índice em 2017, mas dividido em duas vezes, sendo a primeira parcela em setembro e outra em dezembro. Também prevê o adiamento do reajuste do próximo ano, que deveria ocorrer em janeiro para o mês maio”, revela.

Em nota, o governo do estado informou que entende que a paralisação é um direito constitucional, mas que irá avaliar a adesão à greve.

Segundo a federação, integram a categoria no estado: 9 mil professores efetivos, 9 mil temporários e aproximadamente 6 mil administrativos.

G1.com


58 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-