Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

rala-coxa junino gera revolta na população no interior da Bahia


rala
Esta postagem foi publicada em 6 de junho de 2017 Brasil, Notícias Barra Lateral, Surreal.

Arraiá sem roupas será realizado dia 17 de junho, no Espaço Liberdade, em Massarandupió

A Associação Massarandupiana de Naturismo (Amanat) se colocou oficialmente contrária à realização da 2ª edição do Forró Nu, marcada para acontecer o dia 17 de junho, em um sítio conhecido como Espaço Liberdade, em Massarandupió, no Litoral Norte. Segundo a organização do evento, 40 casais já confirmaram presença na festa.

Em nota, porém, a Amanat destacou que “a experiência do forró nu de 2016 foi muito negativa para um povoado indefeso de 700 moradores. O nome de Massarandupió foi inconvenientemente tratado pelas redes sociais e imprensa, sendo que chegou a ser anunciado que o forró nu seria realizado na praia naturista ou até mesmo na praia de Massarandupió”, diz a nota, assinada pelo presidente da entidade, César Xisto.

Segundo a Amanat, as regras da Federação Brasileira de Naturismo impõem às entidades federadas a não realização desse tipo de evento. “Festa de caráter libidinoso em espaço naturista. O Naturismo e a Amanat se demarcam desse tipo de evento”. O idealizador e produtor do evento, David Andrade, defende-se. Ele nega que a festa tenha caráter sexual.

“César Xisto acha que pode falar em nome da comunidade, como se a comunidade fosse contrária ao nosso evento. Isso não é verdade. Meu evento não é de caráter libidinoso e nem incentiva o sexo. Tudo acontece em clima de respeito e seguindo as regras do código de ética naturista. No ano passado Massarandupió ficou lotada, com todas as pousadas cheias. Minha festa traz benefícios para a comunidade”, garante David.

A Associação de Moradores de Massarandupió diz que a população se divide. O presidente da entidade se coloca contrário ao uso do nome da localidade. “Ele não pode dizer que é o Forró Nu de Massarandupió. É o Forró Nu do sítio dele”, afirma Luciano Pereira.

Enquanto isso, a prefeitura avalia o pedido do Espaço Liberdade para a realização do evento. O procurador do município de Entre Rios, Brígido Neto, alertou que o espaço precisa ser devidamente cercado para evitar o constrangimento da comunidade. “Se a festa for restrita e a documentação estiver ok, será liberada”.

A R$ 80 o casal, é possível participar do rala-coxa junino no Espaço Liberdade. Uma banda de forró pé de serra vai animar a noite até o sol raiar. “Estou recebendo ligações de todo o país. Peço que as reservas sejam antecipadas o máximo possível”, anuncia David Andrade. A realização do Forró Nu trouxe novamente à tona uma discussão que virou motivo de batalha na localidade.

De um lado, os naturistas tradicionais que são contra a realização desse tipo de festa e acusam as pousadas de promoverem eventos de suingue que incentivariam a prática do sexo. Do outro lado, os estabelecimentos se dizem vítimas de preconceito, admitem que seu público mistura naturistas e praticantes do suingue, mas garantem que são expressamente contra o sexo em público.

A pendenga forçou a formulação pela prefeitura de um projeto de lei que está prestes a ir para a Câmara de Vereadores. O projeto define regras de comportamento para a praia de naturismo e proíbe o uso do termo “naturismo” ou “naturista” pelas pousadas locais.


52 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-