Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,
DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

DEFESA VÊ “INVESTIGAÇÃO POLITICAMENTE MOTIVADA” (Seu julgamento envergonhou o Brasil ao ignorar evidências esmagadoras de inocência e sucumbir a um viés político)

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, que defendem o ex-presidente Lula, afirmam que "o
Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Saiba o que vai cair no concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo

Você já está estudando para o concurso da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo? Se você está perdido e
Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

Homem é encontrado morto em quarto de hotel em Ribas do Rio Pardo

De acordo com o boletim de ocorrência um homem de 55 anos foi encontrado morto em um dos quartos do
Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Senadores de MS votam pela aprovação da reforma trabalhista

Os três senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da reforma trabalhista, nesta terça-feira (11), em pleito realizado

Ribas do Rio Pardo é o local mais viável para a instalação de uma fábrica de celulose na América do Sul


tucura (Copy)
Esta postagem foi publicada em 24 de novembro de 2016 Notícias Barra Lateral, Notícias em Destaque, Notícias em Destaques Slide Topo, Ribas do Rio Pardo.

A frase é de Mário Celso Lopes, advogado e empresário, que não tem dúvida que a unidade será construída

Da esquerda para a direita: Mário Celso, Paulo Tucura, Roberson Moureira e Luiz Dutra

Crise econômica, efervescência política e insegurança jurídica. São esses os três fatores que estão postergando a construção da fábrica de celulose em Ribas do Rio Pardo, município localizado a 86 quilômetros de Campo Grande, no Estado de Mato Grosso do Sul. O idealizador deste projeto, o empresário e advogado Mário Celso Lopes, admite que o momento é difícil, mas o pior já passou.”Na minha vida não tem empreendimento que comece e não termine”, disse Mário Celso, fazendo uma alusão sobre a futura fábrica de celulose de Ribas do Rio Pardo. Para ele, após o anúncio de expansão da Fibria e Eldorado Brasil em Três Lagoas, o município tornou-se, hoje, o local mais viável para instalação de uma fábrica de celulose não somente no Estado do Mato Grosso do Sul, nem em todo o Brasil, e sim em todo o continente sulamericano. E motivos não faltam: melhores condições edafoclimáticas e processo de logística favorável nos modais rodoviário e ferroviário.

De acordo com Mário Celso Lopes, o licenciamento ambiental já está aprovado, assim como as parcerias com o governo federal para a obtenção de recursos financeiros, seja pelo Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), por meio da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), além de linha crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Esta semana, Mário Celso encontrou-se Paulo Tucura e Luiz Dutra – chapa vencedora na disputa pela prefeitura de Ribas do Rio Pardo. Durante o encontro em Andradina (SP), articulado pelo ex-prefeito Roberson Moureira, Mário Celso recebeu uma boa notícia de Paulo Tucura: o apoio de toda a bancada federal do Estado para a instalação desta fábrica em Ribas do Rio Pardo. “Sabemos como Três Lagoas, hoje capital mundial da celulose, se transformou economicamente com as fábricas. Temos a certeza que com Ribas do Rio Pardo será um processo vitorioso”, disse Paulo Tucura.

Para Mário Celso, a partir do local da fábrica há um raio superior a 100 quilômetros com eucalipto já plantado em terra plana. “A rodovia – a BR-262 – é na porta da fábrica e no projeto a ferrovia terá um ramal de dois quilômetros dentro da unidade industrial. O licenciamento ambiental já está aprovado. A Celulose Rio Pardense e Energia (CPRE), holding criada para tocar o projeto, continua firme na busca por recursos da iniciativa privada – tanto do Brasil, quanto no exterior.

O otimismo relativo à construção da fábrica de celulose em Ribas do Rio Pardo voltou a crescer depois que a Frente Parlamentar de Silvicultura (FPS), hoje presidida pelo deputado federal Newton Cardoso Junior (PMDB-MG), anunciou que as negociações em torno da flexibilização do parecer da Advocacia Geral de União (AGU), que restringe a compra de terras por estrangeiros, voltaram a avançar. O secretário executivo da FPS, Aldo De Cresci Neto, informou durante o 4º Encontro Painel Florestal de Executivos realizado no fim de outubro, em São Paulo, que há entendimento entre a Câmara, o Senado e a AGU, além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Na ocasião, Decresci disse que em caso de aprovação do projeto de lei, cerca de R$ 150 bilhões em investimentos represados sairão do papel. Uma parte destes recursos será investida no Mato Grosso do Sul, embora – como a própria FPS diz –”ainda não dar para afirmar quando tudo isso acontecerá”.

Painel Florestal


247 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-