Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  |   | 

Facebook Twitter Google+ email email

Anunciar Empresa
Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Autoridades se unem para controlar incêndio em Ribas do Rio Pardo

Estimativa é de que as chamas consumiram 500 hectares de florestas de eucalipto Equipes do Governo do Estado se uniram a
Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

Homem é espancado e roubado ao sair do Banco do Brasil em Ribas do Rio Pardo

O crime aconteceu nesta terça-feira (12), na Avenida Aureliano Moura Brandão, região central da cidade.   De acordo com informações do boletim
6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

6ª CIPM- Polícia militar de Ribas do Rio Pardo divulga balanço da “Operação Independência”

Foi desencadeada no último dia 7 de setembro no Município de Ribas do Rio Pardo a “Operação Independência” com o
Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Conheça e saiba usar plantas e flores medicinais, disponíveis na Bim Floricultura em Ribas do Rio Pardo

Um guia para esclarecer, de vez, como recorrer às propriedades da nossa flora sem correr riscos O uso de plantas para tratar doenças
Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Ribas do Rio Pardo: Por nepotismo, MPE pede exoneração de sobrinha e cunhado de prefeito

Duas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) pedem a exoneração, em até dez dias, de
Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

Frio chega a 3°C em Ribas do Rio Pardo e geada atinge quase todo o município

A madrugada desta quarta-feira (19) foi gelada em todo o estado de Mato Grosso do Sul, onde a geada se
Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

Novo salário mínimo de R$ 979,00 tem impacto de R$ 12,7 bilhões nas contas do governo em 2018

O aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 979 em 2018 terá impacto de R$ 12,7 bilhões nas
Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Tragédia: Na contramão, caminhonete bate em moto e motociclista morre carbonizado próximo a Ribas do Rio Pardo

Leandro Pinheiro, de 28 anos, morreu carbonizado após sofrer um acidente por volta das 20h15 desse sábado (15), na BR-262,

Ribas do Rio Pardo: Pedreiro acusado de matar a ex vai a júri no 1° caso de feminicídio


juri
Esta postagem foi publicada em 15 de setembro de 2017 Destaques 1, Notícias Barra Lateral, Notícias da Região, Ribas do Rio Pardo.

Ele não aceitava o novo relacionamento da vítima, segundo o Ministério Público

O pedreiro Alex Armindo Anacleto de Souza, acusado de ter assassinado a ex-mulher Ísis Caroline da Silva Santos, 21 anos, enfrentará júri popular na próxima segunda-feira (18). Este foi o primeiro caso de feminicídio registrado em Campo Grande. A acusação será feita pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do promotor de justiça George Zarour Cezar.

De acordo com as provas colhidas durante as investigações e a instrução processual, o acusado, que mantinha um relacionamento clandestino e conturbado com a vítima, uma vez que já havia inclusive respondido pelo crime de estupro contra a mesma, convidou-a para mais uma aventura e tomou a BR-262 sob a alegação de que passariam o final de semana na cidade de Água Clara.

No caminho, Alex e Ísis iniciaram uma discussão motivada pelo inconformismo dele diante do novo relacionamento mantido pela vítima. Diante disso, mudou o destino da viagem e acessou uma estrada vicinal no município de Ribas do Rio Pardo, local onde asfixiou a vítima por enforcamento.

O acusado ainda arrastou o cadáver para o córrego e o soltou para que fosse levado pela correnteza e o crime praticado não fosse desvendado. O pedreiro foi denunciado por homicídio qualificado, com a incidência de quatro qualificadoras: motivo torpe, asfixia, dissimulação e feminicídio, além do crime de ocultação de cadáver previsto no art. 211 do Código Penal.

A sentença de pronúncia julgou admissível a acusação para o fim de submeter a julgamento o acusado nos termos que fora denunciado. O recurso em sentido estrito interposto pela defesa foi negado, razão pela qual o acusado será levado a júri popular.

Jpnews


23 Visualizações

Notícias em Destaque



Publicidades

Tweater

-